Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal; Acessar formulário de pesquisa. Acessar mapa do site.

Fiscalização do MPTO na UPA Norte constata falta de servidores e de medicamentos

Atualizado em 02/12/2021 00:00

O promotor de Justiça Thiago Ribeiro Franco Vilela, titular da 19ª Promotoria de Justiça da Capital, com atuação na área da saúde pública, acompanhado de servidores do Ministério Público do Tocantins (MPTO), realizou fiscalização na Unidade de Pronto Atendimento Norte (UPA Norte) de Palmas-TO, na tarde desta quarta-feira, 1º.


Durante a inspeção, foi solicitado aos coordenadores das equipes de saúde a apresentação das escalas de plantão. Segundo eles, há necessidade de cinco servidores para a farmácia, de mais enfermeiros e de um médico.


Também foi verificado a falta de medicamentos como Fitomenadiona (vitamina k), Dexametasona e Buscopam, e apurado a ausência de esparadrapo na unidade.


Após a realização da vistoria, a 19ª Promotoria de Justiça da Capital tomará as medidas administrativas e judiciais necessárias para a sanar o problema da falta de medicamentos identificados na unidade e quanto à necessidade de contratação de mais um médico.