Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal; Acessar formulário de pesquisa. Acessar mapa do site.

11ª Reunião Ordinária

Atualizado em 20/03/2019 00:00

O Fórum Tocantinense de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos, na 11ª reunião ordinária, realizada no dia 14 de março de 2019, decidiu pela criação de uma Comissão Temática Temporária de Política Pública, com o objetivo de apresentar, em 180 dias, três propostas de projeto de lei, uma criando a Política Estadual de Agroecológia, outra a legislação de agrotóxicos do Estado e por fim uma proposta para proibir a pulverização aérea de agrotóxicos. Participarão da Comissão Temporária representantes das instituições: ULBRA, Ruraltins, Adapec, MPF, IFTO, NATURATINS e Ses-TO. 


Durante a reunião, a representante do Ruraltins, Drielly Rodrigues, apresentou ações do Instituto voltadas ao incentivo à agroecologia no Estado. No ano de 2018, segundo ela, foram oferecidas  à comunidade capacitações tanto no VI Seminário Estadual de Agroecologia, quanto no II Módulo do Curso de Produção Orgânica de Hortaliças, entre outros ações como palestras, orientações e demonstrações práticas na Agrotins 2018. O trabalho da extensão rural é fundamental para contribuir com os produtores no esforço de redução do uso de agrotóxicos.


A Comissão Temática 3 do Fórum, voltada para pesquisa, informação e divulgação de temas ligados a agrotóxicos terá como relatora a professora da UFT, Patrícia Guarda.  E um grande desafio da Comissão será construir um sistema informatizado web de gerenciamento dos dados de comercialização, uso e descarte de embalagens vazias de agrotóxicos. Os trabalhos serão iniciados ainda em março de 2019.