Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal; Acessar formulário de pesquisa. Acessar mapa do site.

Apresentação

Atualizado em 13/09/2021 00:00

Colegas da imprensa tocantinense,


É com satisfação que comunico o lançamento da sexta edição do Prêmio Ministério Público de Jornalismo. A premiação, que nasceu com o objetivo de valorizar e estimular as produções jornalísticas pautadas pela defesa da cidadania, se firmou como uma referência para os profissionais da imprensa, ao longo das últimas edições.


O 6º Prêmio Ministério Público de Jornalismo foi elaborado com a contribuição dos profissionais da imprensa tocantinense. O MPTO disponibilizou questionário e abriu espaço para sugestões de melhorias no formato da premiação. Portanto, este ano teremos quatro categorias: Radiojornalismo, Telejornalismo, Webjornalismo e Fotojornalismo.



Outra novidade é o valor da premiação destinada aos três melhores trabalhos de cada categoria: Agora, serão distribuídos os valores de R$ 6,5 mil (1º), R$ 5 mil (2º) e R$ 3,5 mil (3º) para cada categoria.


Podem concorrer trabalhos produzidos em 2022 que façam referência à atuação do MPTO em favor dos interesses sociais e individuais indisponíveis, temática que inclui as atividades nas áreas: criminal, patrimônio público, saúde, infância e juventude, educação, meio ambiente e urbanismo, combate ao crime organizado, combate à violência doméstica e familiar, direitos humanos e direitos do idoso, da pessoa com deficiência e do consumidor.


O edital com as regras para as inscrições encontra-se disponível no menu REGULAMENTO 2022 e deve ser observado com atenção pelos interessados, a fim de evitar a desclassificação dos trabalhos inscritos.


Como nos anos anteriores, os trabalhos inscritos serão avaliados por uma comissão julgadora que preza pela qualificação e isenção, composta por membros do Ministério Público do Tocantins e por jornalistas com efetiva experiência e sem vínculos com o mercado de trabalho no Tocantins.


Contamos com a participação de todos para, juntos, fazermos uma celebração do jornalismo tocantinense.


Luciano Cesar Casaroti
Procurador-Geral de Justiça

Acesso Rápido