Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal; Acessar formulário de pesquisa. Acessar mapa do site.

Projeto do MPTO leva estudantes às ruas para levantar demandas de uma comunidade de Paraíso do Tocantins

Atualizado em 29/02/2024 10:20

Na Vila Santana, localizada em Paraíso do Tocantins, o dia começou diferente nesta quarta-feira, 28. Um grupo de adolescentes percorreram as ruas do bairro questinando a população sobre os problemas e carências locais. São estudantes do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) e participantes do projeto Aprendendo Direito e Resgatando Cidadania, iniciativa do Ministério Público do Tocantins (MPTO).


Entre as primeiras demandas levantadas está a ausência de um posto de saúde. Na Vila Santana, o médico atende à  população uma vez por semana, na escola municipal. A vacinação também é feita na escola. “O atendimento médico acontece pela manhã, depois higienizamos tudo, antes de as aulas da tarde começarem”, explicou a coordenadora pedagógica, Jânia Brito. 


Os estudantes ainda ouviram relatos sobre falta de segurança e pedidos para que a única quadra que existe no local seja coberta. Todas as entrevistas realizadas vão compor um relatório que será encaminhado ao MPTO. 


“É muito gratificante pra gente participar deste projeto. Estamos dando voz pra essas pessoas e entendendo na prática o que é cidadania”, destacou a estudante Helem Oliveira, de 16 anos.


Etapas


Idealizadora do projeto, a  diretora-geral do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional/Escola Superior do Ministério Público (Cesaf/ESMP), procuradora de Justiça Vera Nilva Álvares Rocha Lira, também esteve no local e acompanhou os estudantes junto com professores e com o diretor do IFTO Paraíso, Flávio Souza. 


“Todas essas demandas que ouvimos e muitas outras que estão sendo levantadas por estes estudantes vão ser transformadas em relatório e serão levadas aos promotores de Justiça de Paraíso, para que possamos buscar políticas públicas que atendam a essa comunidade”, destacou Vera Nilva.


Para o diretor do IFTO, Flávio Souza, o projeto soma  com o tripé ensino, pesquisa e extensão da instituição. “Os nossos alunos estão tendo a oportunidade de aplicar, na comunidade, o conteúdo visto em sala de aula. Trabalhando o direito e a cidadania, a produção textual, a pesquisa e observando o impacto positivo que eles têm na comunidade onde estamos inseridos”, disse. 


O projeto


O projeto Aprendendo Direito e Resgatando Cidadania tem o intuito de fortalecer a consciência dos estudantes de escolas públicas sobre direitos humanos, direitos coletivos e estimular a atuação na defesa da cidadania, além de aproximar o Ministério Público do Tocantins (MPTO) da sociedade.


A ação conta com a participação de 120 estudantes, sendo  60 alunos do IFTO de Paraíso e 60 da Escola Estadual Maria dos Reis Alves Barros, situada em Palmas.


Clique aqui para conferir o Álbum de fotos


(Texto: Daianne Fernandes - Ascom MPTO)