Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal; Acessar formulário de pesquisa. Acessar mapa do site.

Caopije explora  ferramentas digitais para auxiliar membros e orientar cidadão durante período da pandemia

Atualizado em 05/01/2021 00:00

O cenário adverso da pandemia da Covid-19 fez com que os diferentes órgãos e setores aprimorassem suas atividades, utilizando como aliados as ferramentas digitais para que pudessem se manter em atividade. Os instrumentos de comunicação também passaram a ser mais frequentes, usados de forma eficiente no desempenho das ações do Ministério do Ministério Público do Tocantins, o que se pode conferir, por exemplo, na atuação do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça da Infância, Juventude e Educação.  


Além de apoiar a atividade funcional das Promotorias de Justiça, o Caopije expandiu o diálogo direto com o cidadão por meio das redes sociais, com a realização das lives. O promotor de Justiça Sidney Fiori utilizou deste instrumento para falar com o público, orientando e sanando dúvidas sobre as diversas situações que envolveram a criança e  adolescente neste período de crise sanitária, a exemplo dos vídeos ao vivo (lives), com os temas: Como fica a educação dos seus filhos em tempos de isolamento social e Educação em tempos de pandemia da Covid-19.  


Os encontros de trabalho e a capacitação de integrantes da instituição também foram viabilizados graças aos recursos tecnológicos da internet, por meio das reuniões virtuais e webinários.  


O coordenador do Caopije disse que o trabalho do órgão não perdeu qualidade neste ano e pode ganhar novos contornos, visando prestar um serviço cada dia melhor ao cidadão tocantinense.  

  

Caopije em números 

  

Foram elaboradas três notas técnicas e um Guia Operacional acerca da educação em período de pandemia, expedidos 37 pareceres, encaminhados sete relatórios aos Promotores de Justiça, vistoriadas sete unidades escolares da rede municipal de educação, inspecionadas duas entidades públicas e da sociedade civil organizada da rede de acolhimento, inspecionadas sete unidades do sistema socioeducativo, sete centros de referência da assistência social, realizados três webinários, constituído um grupo de trabalho, além da participação em dois eventos e do apoio a quatro projetos de Promotorias de Justiça. Ainda contribuiu com a elaboração de sete kits operacionais da Covid-19, atendeu 58 pedidos de apoio via e-ext e elaborou dois projetos, dentre outras ações. (Denise Soares)