Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal; Acessar formulário de pesquisa. Acessar mapa do site.

Ministério Público participa de lançamento de ação de educação ambiental sobre as queimadas

Atualizado em 30/07/2020 18:31

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) participou nesta quinta-feira, 30, do lançamento de uma ação de educação ambiental do Comitê Estadual de Combate a Incêndios e Controle de Queimadas (Comitê do Fogo), em parceria com a Secretaria Estadual de Educação do Tocantins (Seduc). Durante o evento, que foi realizado por meio de videoconferência, a Seduc apresentou o Bloco de Aulas: Queimadas Educação Ambiental, que será aplicado em atividades não presencias, em todas as séries da educação básica da rede pública de ensino do Estado, em parceria com as unidades escolares das redes municipais.


De acordo com o presidente do Comitê do Fogo, tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Militar Erisvaldo de Oliveira Alves, o Bloco de Aulas consiste em planos de aulas e materiais didáticos de caráter transdisciplinar e integrador, com a temática das queimadas. Em comunicação dirigida aos parceiros e membros do Comitê do Fogo, o tenente-coronel Erisvaldo de Oliveira frisou que a educação desperta a responsabilidade socioambiental e fortalece a rede de prevenção e combate aos focos de incêndios florestais, que historicamente ocorrem no Tocantins ano após ano.


O procurador de Justiça e coordenador do Centro de Apoio Operacional de Habitação, Urbanismo e Meio Ambiente (Caoma) do MPTO, José Maria da Silva Júnior, considerou a iniciativa extremamente importante. “Levar esse tipo de informação aos estudantes possibilita mudanças de hábitos que estão culturalmente arraigados quanto ao uso do fogo nesse período de estiagem. As consequências das queimadas descontroladas nesse período são devastadoras tanto para o meio ambiente como para a saúde da população”, reforçou.


A ação de educação ambiental do Comitê do Fogo prevista para 2020 consistia em palestras, oficinas e encontros previstos para acontecer nas unidades escolares, porém, em razão da pandemia da Covid-19, as atividades foram adaptadas para o formato de Bloco de Aulas não presenciais. (Luiz Melchiades)