Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal; Acessar formulário de pesquisa. Acessar mapa do site.

Ministério Público do Tocantins promove oficina sobre crimes cibernéticos

Atualizado em 08/05/2019 15:13

O Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Cesaf), recebe até o dia 20 de maio inscrições para a Oficina sobre Crimes Cibernéticos e Investigação em Meios Digitais. A capacitação será realizada no auditório do 1º piso da sede da Procuradoria-Geral de Justiça, em Palmas, e são ofertadas 35 vagas presenciais.


A oficina acontece nos dias 23 e 24 de maio e será conduzida pela delegada da Polícia Civil Milena Santana de Araújo Lima. O evento será dividido em três eixos temáticos que abordarão aspectos conceituais da área de tecnologia da informação, procedimentos para a rota de investigação digital, debates sobre temas como direito digital e perícia forense. Por fim, a capacitação prevê estudos de casos com análise de provas e utilização de protocolos investigativos específicos.



De acordo com o coordenador do Cesaf, promotor de Justiça Octahydes Ballan Junior, o objetivo do curso é capacitar os integrantes do Ministério Público, ressaltando enfoques conceituais, instrumentos e práticas procedimentais adotadas pelas instituições públicas nas investigações e no combate à criminalidade no ambiente digital, além de fomentar o interesse por questões práticas relacionadas a esse tipo de crime.



Os interessados em participar da oficina na modalidade presencial deverão se inscrever por meio do link cesaf.mpto.mp.br/eventos.


A disponibilização do conteúdo para a modalidade a distância ocorrerá posteriormente, após a edição das gravações ao vivo. Então, serão divulgadas as inscrições para esta modalidade.



A palestrante

Milena Santana de Araújo Lima é delegada de Polícia Civil no Estado de Tocantins, atualmente à disposição do Tribunal de Justiça do Tocantins. Possui graduação em Direito pela Universidade Tiradentes, especialista em Direito Processual pela Universidade do Sul de Santa Catarina e expertise em Cybercrime e Cybersecurity: Prevenção e Investigação de Crimes Digitais pela Unyleya. (João Lino Cavalcante)