Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal; Acessar formulário de pesquisa. Acessar mapa do site.

MPE requisita informações sobre instituto de previdência municipal de Araguaína

Atualizado em 10/08/2015 11:36


João Lino Cavalcante


O Ministério Público Estadual (MPE), por meio da 6ª Promotoria de Justiça de Araguaína, solicitou à administração municipal informações sobre os investimentos e movimentação financeira do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Araguaína (Impar).


O Promotor de Justiça Alzemiro Wilson Peres Freitas encaminhou ofício ao Prefeito Municipal, Ronaldo Dimas, e ao presidente do Impar, Carlos Murad, solicitando que os documentos e as informações referentes aos períodos de janeiro a dezembro de 2014 e janeiro a julho de 2015 sejam encaminhados ao MPE em um prazo máximo de 10 dias.


“Recebemos denúncias e notícias sobre a existência de irregularidades no Instituto e o Ministério Público tem o dever de agir preventivamente, para garantir os direitos previdenciários dos servidores municipais”, comentou Alzemiro Freitas.


Entre os documentos solicitados estão o relatório financeiro detalhado, demonstrativos de pagamento efetuado aos dirigentes da entidade e membros do conselho, cópia das folhas de pagamento de diárias e passagens e relação das licitações realizadas.


A recusa em fornecer as informações e documentos solicitados ao MPE constitui crime, punido com pena de reclusão de até três anos, além de multa.