Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal; Acessar formulário de pesquisa. Acessar mapa do site.

Ministério Público participa de lançamento da campanha estadual de prevenção e combate às queimadas

Atualizado em 09/06/2021 11:20

Foi realizada na manhã desta segunda-feira, 07, o lançamento da campanha preventiva Foco no Fogo, que tem o objetivo de conscientizar os produtores rurais do Tocantins e evitar incêndios florestais. O Procurador de Justiça e coordenador do Centro de Apoio Operacional de Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente (Caoma) e Coordenador da Força-tarefa Ambiental do MPTO que atua em todo o Estado, participou da solenidade promovida pelo Comitê Estadual de Combate a Incêndios Florestais e Controle de Queimadas no Tocantins (Comitê do Fogo).


Na solenidade o Procurador José Maria ressaltou a importância do trabalho integrado dos órgãos e instituições integrantes do Comitê do Fogo e a necessidade do efetivo envolvimento das administrações municipais, dos produtores e assentamentos rurais nas atividades de prevenção e combate. José Maria destacou a realidade do monitoramento remoto das áreas queimadas, por meio de ferramentas de geotecnologia, que possibilita a identificação dos responsáveis pelo uso ilegal do fogo.


As ações terão início no município de Palmas, com uma meta de levar orientações a 200 propriedades rurais do entorno da Capital, e seguem até o mês de agosto contemplando outros municípios.


Entre as ações a serem desenvolvidas pelo Comitê do Fogo estão as visitas para as orientações aos produtores rurais quanto aos riscos de promover queimada neste período do ano com altas temperaturas e ventos fortes; educação ambiental para gestores, campanhas de conscientização para a população em geral e distribuição de cestas básicas e kits de prevenção a Covid-19.


A campanha Foco no Fogo contará ainda com o aplicativo ODK Collect, que proporcionará mais agilidade aos agentes na captação dos dados pessoais de quem receberá a visita em sua propriedade por meio de QR Code. (com informações da Secom/TO)