Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal; Acessar formulário de pesquisa. Acessar mapa do site.

MPTO reúne parceiros para o projeto Superar, que pretende enfrentar os problemas da educação em Miracema

Atualizado em 06/12/2019 13:08

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) reuniu potenciais parceiros, na quinta-feira, 5, para apresentar o projeto Superar e solicitar a adesão e o engajamento a esta iniciativa, que visa enfrentar os problemas da educação pública no município de Miracema do Tocantins. Idealizado pela 2ª Promotoria de Justiça de Miracema, o projeto Superar focará inicialmente a melhoria do ensino de nível fundamental, por meio de ações conjuntas do poder público e da sociedade civil, sob a coordenação do MPTO.


Durante a reunião, a promotora de Justiça Sterlane de Castro Ferreira considerou que a iniciativa é desafiadora, mas também motivadora, pelas transformações sociais que dela poderão resultar. “Precisamos unir esforços para levar uma educação transformadora a essas crianças e adolescentes. Podemos estar dando início, aqui, à mudança de uma geração”, disse Sterlane de Castro.


A iniciativa da criação do projeto Superar partiu da observação dos baixos indicadores alcançados pelo município na Prova Brasil, iniciativa do Ministério da Educação que avalia o rendimento dos alunos da rede pública; mas também das deficiências nas unidades escolares de Miracema constatadas em inspeções técnicas realizadas pelo Centro de Apoio Operacional às Promotorias da Infância, Juventude e Educação (Caopije), órgão que compõe a estrutura do MPTO.


Com a ideia em mente, a promotora de Justiça reuniu-se diversas vezes com técnicos do Departamento de Planejamento do MPTO e do Caopije, para formalizar o projeto. Após a adesão dos parceiros, será montada uma comissão e haverá a definição das ações a serem executadas pelos entes envolvidos. Por parte do Ministério Público, a 2ª Promotoria de Justiça de Miracema acompanhará os resultados.


Nesta terça-feira, participaram do encontro, realizado na sede das Promotorias de Justiça de Miracema do Tocantins, representantes da Secretaria Municipal de Educação, Conselho Municipal de Educação, Delegacia Regional de Ensino e do campus da Universidade Federal do Tocantins (UFT). Mas a intenção do MPTO é envolver também outros parceiros, como Conselho Tutelar, conselhos escolares e demais representantes da comunidade escolar.


Também participaram da reunião desta quinta-feira técnicos do MPTO, do Departamento de Planejamento e Gestão e do Centro de Apoio Operacional às Promotorias da Infância, Juventude e Educação.

Como parte do Superar, ocorreu uma audiência pública na noite da última terça-feira, no Espaço Cultural de Miracema do Tocantins, reunindo gestores públicos e comunidade. (Flávio Herculano)