Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal; Acessar formulário de pesquisa. Acessar mapa do site.

Coordenador do Caopij vai compor GT para diagnóstico do sistema socioeducativo nacional

Atualizado em 07/06/2018 16:20

Daianne Fernandes


O promotor de Justiça do Ministério Público Estadual (MPE) e coordenador da Comissão Permanente da Infância e Juventude (COPEIJ) do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG), Sidney Fiori Júnior, foi indicado para compor o Grupo de Trabalho que vai realizar um diagnóstico atualizado do Sistema Socioeducativo do país.


O grupo está sendo criado pela Comissão da Infância e Juventude do Conselho Nacional do Ministério Público (CIJ/CNMP) e Ministério de Direitos Humanos. O objetivo é debater e planejar, em conjunto com o Governo Federal, os custos necessários para a promoção da socioeducação em todo o País.


A iniciativa ocorreu em reunião realizada no último dia 23 de maio, entre o conselheiro do CNMP e presidente da CIJ, Leonardo Accioly, e o ministro de Direitos Humanos, Gustavo Rocha, na sede da Vice-Presidência da República, em Brasília. Na ocasião, foi discutido o fortalecimento do sistema socioeducativo do País, além da necessidade de apuração do panorama atual desse sistema e da imprescindibilidade de financiamento público federal para a promoção da socioeducação.


O Promotor de Justiça Sidney Fiori Junior, que também coordena o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça da Infância e Juventude (Caopij) do MPE, compareceu ao encontro, que ainda teve participação dos membros auxiliares da CIJ, Darcy Leite e Andrea Teixeira, e dos promotores de Justiça Márcio Rogério de Oliveira (MP/MG), Renato Barão (MPDFT) e Renato Lisboa (MP/RJ). (Com informações do CNMP e MDH).

Acesso Rápido