Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal, atalho ctrl shift 1. Acessar formulário de pesquisa, atalho ctrl shift 2. Acessar menu, atalho ctrl shift 3. Acessar mapa do site, atalho ctrl shift 4. Para voltar ao menu de acessibilidade tecle ctrl shift 0.
Acessibilidade Alto contraste
+
Tamanho de texto

Ctrl/Cmd + para aumentar

Ctrl/Cmd - para diminuir

Ctrl/cmd 0 para voltar ao padrão

Ministério Público do Estado do Tocantins

Destaque

Ato estabelece novo controle de despesas e PGJ pede compreensão de integrantes do MPE



Denise Soares


Em razão da frustração de receitas do Estado do Tocantins, que reflete no controle de despesas e atinge o Ministério Público Estadual (MPE), o Procurador-Geral de Justiça, José Omar de Almeida Júnior, estabeleceu, por meio do Ato nº 046/2018, publicado nesta quinta-feira, 07, contigenciamento de despesas do orçamento anual, no âmbito da instituição.


A medida levou em consideração o Decreto nº 5.828, de 1º de junho de 2018, do Poder Executivo, o qual contingenciou despesas do orçamento anual para o exercício de 2018, em virtude da necessidade de manter o equilíbrio entre a receita e as despesas públicas.


Diante da situação apontada, a limitação de despesas na Instituição corresponderá ao valor de R$ 4.651.091,00, conforme demonstrativo exposto no ato. Para José Omar de Almeida Júnior, o momento requer muita habilidade com os gastos e compreensão de todos que integram o MPE. “O Ministério Público tem o dever de manter a excelência no atendimento ao cidadão, porém, cabe a nós, membros e servidores, estabelecer prioridades e encontrar alternativas de racionalização que não afetem a atividade ministerial”, disse.


Confira o Ato em anexo

Publicado em