Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal, atalho ctrl shift 1. Acessar formulário de pesquisa, atalho ctrl shift 2. Acessar menu, atalho ctrl shift 3. Acessar mapa do site, atalho ctrl shift 4. Para voltar ao menu de acessibilidade tecle ctrl shift 0.
Acessibilidade Alto contraste
+
Tamanho de texto

Ctrl/Cmd + para aumentar

Ctrl/Cmd - para diminuir

Ctrl/cmd 0 para voltar ao padrão

Ministério Público do Estado do Tocantins

Destaque

Curso “Negociação, mediação e conciliação” como métodos de resolução de conflitos foi ministrado pelo CNMP no TO


Denise Soares


O Promotor de Justiça Luciano Luz Badini Martins, membro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), promoveu, em parceria com o Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional, no último dia 11, no Ministério Público Estadual (MPE), o curso “Negociação, Mediação e Conciliação”. Os integrantes do Ministério Público do Tocantins foram os primeiros a receber a capacitação do CNMP sobre métodos de autocomposição de solução de controvérsias, devendo a temática ser explanada a todas as unidades do MP brasileiro.


No evento, Badini falou da satisfação de poder voltar ao estado, trazendo à discussão um tema tão relevante para a solução de conflitos. Segundo ele, o Ministério Público deve ser resolutivo, encarando a judicialização como exceção. “A negociação, mediação e conciliação não deve ser alternativa secundária à Justiça formal, mas sim um meio a mais de resolução de conflitos de forma mais célere”, explicou Badini ao denominar o momento atual como terceira onda de acesso à Justiça.


Badini fez explanações e interagiu com membros e servidores, fazendo com que os participantes refletissem acerca de suas atuações práticas.


A coordenadora do Cesaf, Procuradora de Justiça Vera Nilva Álvares Rocha Lira, destacou que a atualização dos integrantes do MPE Tocantins faz-se necessária, diante das transformações pelas quais passa a sociedade.


Luciano Badini veio ao estado acompanhado do Promotor de Justiça de Rondônia Samuel Alvarenga Gonçalves e da jornalista do Ministério Público de Goiás, Larissa Lago Barbosa Bezerril.




Publicado em