Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal, atalho ctrl shift 1. Acessar formulário de pesquisa, atalho ctrl shift 2. Acessar menu, atalho ctrl shift 3. Acessar mapa do site, atalho ctrl shift 4. Para voltar ao menu de acessibilidade tecle ctrl shift 0.
Acessibilidade Alto contraste
+
Tamanho de texto

Ctrl/Cmd + para aumentar

Ctrl/Cmd - para diminuir

Ctrl/cmd 0 para voltar ao padrão

Ministério Público do Estado do Tocantins

Destaque

MPE investiga prejuízos à saúde pública causados por paralisação de anestesistas e pela interrupção de serviço de radioterapia

Flávio Herculano


O Ministério Público Estadual (MPE), por meio da 27ª Promotoria de Justiça da Capital, instaurou, nesta sexta-feira, 10, dois procedimentos preparatórios a fim de averiguar o comprometimento da prestação de serviços de saúde pública em razão da suspensão parcial das atividades dos médicos anestesistas que atuam na rede pública e da interrupção temporária dos serviços de radioterapia prestados ao Sistema Único de Saúde (SUS) pela Clínica Médica Oncológica Irradiar.


A interrupção temporária do serviço de radioterapia e a suspensão parcial dos plantões dos anestesistas foram comunicadas à 27ª Promotoria de Justiça da Capital pela Clínica Médica Oncológica Irradiar e pela Cooperativa dos Médicos Anestesiologistas do Tocantins (Copanest), respectivamente.


No comunicado da Copanest, é informado que a escala de trabalho dos anestesistas do mês de novembro ficará comprometido, inviabilizando a prestação integral do serviço.


Tanto a clínica de radioterapia quanto a cooperativa dos médicos anestesistas justificaram a atitude em razão da inadimplência do Estado do Tocantins.


A Promotora de Justiça Maria Roseli de Almeida Pery está à frente dos inquéritos, que visam apurar os prejuízos ao cidadão no que se refere ao seu direito de acesso aos serviços de saúde, cuja prestação é dever do Estado.


O MPE designou a próxima segunda-feira, 13, para ouvir os envolvidos, em caráter de urgência. Às 16 horas, a Promotora de Justiça estará reunida com o secretário estadual de Saúde, Marcos Esner Musafir, e com a diretora-geral da Clínica Médica Oncológica Irradiar, Suzana Pereira Zica Saad. Às 17 horas, a reunião será com Marcos Musafir e com o presidente da Copanest, Mauro Sérgio Fontes Borges.

Publicado em