Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal, atalho ctrl shift 1. Acessar formulário de pesquisa, atalho ctrl shift 2. Acessar menu, atalho ctrl shift 3. Acessar mapa do site, atalho ctrl shift 4. Para voltar ao menu de acessibilidade tecle ctrl shift 0.
Acessibilidade Alto contraste
+
Tamanho de texto

Ctrl/Cmd + para aumentar

Ctrl/Cmd - para diminuir

Ctrl/cmd 0 para voltar ao padrão

Ministério Público do Estado do Tocantins

Atuação das Promotorias

Acusado do homicídio de estudante é denunciado pelo MPE em Araguaína

Daianne Fernandes


O Ministério Público Estadual (MPE) denunciou nesta quinta-feira, 15 de junho, o auxiliar de produção Hiago Ferreira da Silva pela morte do estudante Fabrício Martins Teixeira. O crime teria acontecido no último dia 19 de maio em Araguaína.


Segundo a denúncia, Hiago teria esfaqueado a vítima e depois ocultado o cadáver em um córrego nas proximidades do Parque Cimba.


As investigações apontaram que Hiago teria filmado as partes íntimas da vítima Fabrício, no banheiro da empresa onde trabalhavam, tendo divulgado o vídeo em redes sociais. Ao tomar conhecimento a vítima passou a solicitar uma indenização do denunciado.


Segundo o Promotor de Justiça, autor da denúncia, Pedro Jainer Passos, foram vários dias de negociação até que o denunciado arquitetou o plano de ceifar a vida de Fabrício, que no dia do crime teria ido a casa de Hiago para receber o dinheiro, e foi esfaqueado. Consta ainda que, em seguida, o denunciado cometeu fraude processual ao jogar o corpo em embaixo de uma ponte que dá acesso à UFT e levar a motocicleta da vítima para uma rua no Jardim Paulista, com o intuito de alterar o local do crime e despistar as investigações da Polícia Civil.


Na denúncia, o Promotor pede que a prisão temporária seja convertida em prisão preventiva e que Hiago seja condenado por homicídio qualificado pelomotivo fútil, pelo meio cruel e pela dissimulação, devendo, ainda responder pelos crimes de ocultação de cadáver e de fraude processual.


Hiago foi preso na última quinta-feira, dia 8, por policiais civis sob o comando do delegado Rerisson Macedo e confessou o crime.


corpo

O corpo do estudante de Educação Física foi encontrado na manhã do último sábado, 3, depois de uma denúncia feita via 190 em que a pessoa não identificada informou que havia um forte mau cheiro nas proximidades da ponte que fica entre o CAT e o Parque Cimba.

Publicado em