Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal, atalho ctrl shift 1. Acessar formulário de pesquisa, atalho ctrl shift 2. Acessar menu, atalho ctrl shift 3. Acessar mapa do site, atalho ctrl shift 4. Para voltar ao menu de acessibilidade tecle ctrl shift 0.
Acessibilidade Alto contraste
+
Tamanho de texto

Ctrl/Cmd + para aumentar

Ctrl/Cmd - para diminuir

Ctrl/cmd 0 para voltar ao padrão

Ministério Público do Estado do Tocantins

Atuação das Promotorias

Saúde da mulher e Vigilância em Saúde são temas de conferência em Palmas

Daianne Fernandes


Até sexta-feira, 19, a Capital do Tocantins sedia a I Conferência Estadual Macrorregional de Saúde da Mulher e Vigilância em Saúde para discutir políticas públicas para o setor. A abertura do evento aconteceu esta quarta-feira, 17, no Auditório do Palácio Araguaia e contou com a participação da Promotora de Justiça da Saúde, Maria Rosely de Almeida Pery.


As palestras Vigilância em Saúde: direito, conquistas e defesa de um SUS público e de qualidade” e “Saúde das mulheres: desafios para a integralidade com equidade” abriram a programação, que conta ainda com diversos debates sobre temas relacionados ao acolhimento, à gestão da saúde, prevenção e propostas de melhoria da saúde, entre outros.


Hoje e amanhã, a conferência acontece no Ceulp/Ulbra, das 8 às 17 horas, com a participação de conselheiros municipais, secretários municipais de saúde, técnicos, trabalhadores e gestores de serviços de saúde e a sociedade civil.


O objetivo é abordar a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres, dividindo o tema em quatros eixos de discussão: o papel do Estado no desenvolvimento socioeconômico e ambiental e seus reflexos na vida e na saúde das mulheres; o mundo do trabalho e suas consequências na vida e na saúde das mulheres; a vulnerabilidade nos ciclos da vida das mulheres na Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher, bem como a as políticas públicas e participação social.


Os eventos foram divididos por regiões do Estado, municípios da Macrorregião Norte participaram em Araguaína, da Macrorregião Sul em Gurupi, e agora acontece a Macrorregião Central em Palmas.


Publicado em