Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal, atalho ctrl shift 1. Acessar formulário de pesquisa, atalho ctrl shift 2. Acessar menu, atalho ctrl shift 3. Acessar mapa do site, atalho ctrl shift 4. Para voltar ao menu de acessibilidade tecle ctrl shift 0.
Acessibilidade Alto contraste
+
Tamanho de texto

Ctrl/Cmd + para aumentar

Ctrl/Cmd - para diminuir

Ctrl/cmd 0 para voltar ao padrão

Ministério Público do Estado do Tocantins

Destaque

Em Brasília, PGJ discute estratégias de fortalecimento institucional

O Procurador-Geral de Justiça do Tocantins, Clenan Renaut de Melo Pereira, esteve em Brasília nesta quarta-feira, 19, com Procuradores-Gerais de Ministérios Públicos estaduais e de ramos do Ministério Público da União para reunião ordinária do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG). Na ocasião, os presentes discutiram temas de interesse comum às entidades, como o projeto de lei de abuso de autoridade (PLS 280/216), o projeto de lei de recuperação fiscal aos Estados (PLP 343/2017), a reforma trabalhista (PL 6787/16) e a reforma da previdência.


Para o Procurador-Geral do Trabalho, Ronaldo Fleury, o encontro foi de grande importância porque busca obter uma visão plural sobre os temas que impactam diretamente tanto as instituições quanto a sociedade. Ele avalia que o momento é de união contra os ataques ao Ministério Público brasileiro.


“Temos enfrentado diversos desafios. Hoje mesmo, dia 19, foi lido o relatório sobre o projeto de abuso de autoridade, que inviabiliza a atuação do Ministério Público brasileiro. Também temos preocupação com relação à reforma da previdência e à reforma trabalhista, que estão sendo feitas a toque de caixa, o que nos preocupa sobremaneira. Além de tudo, falta diálogo. É importante que tenhamos essa visão plural e, principalmente, uniformidade de posicionamento, afinal todos aqui somos Ministério Público”, avaliou.


Crimes cibernéticos – Os procuradores-gerais presentes puderam assistir a uma palestra ministrada pelo assessor Legal Regional para Assuntos de Propriedade Intelectual, vinculado ao Consulado dos Estados Unidos, Daniel Ackerman, que atua no combate aos crimes cibernéticos e violações de produtos protegidos por propriedade intelectual. A ideia é estabelecer parcerias futuras, com troca e obtenção de informações em diferentes sistemas dos países envolvidos na prática desses delitos, para combater o crime organizado.


Sessão extraordinária – Ao final, o Conselho Nacional de Procuradores-Gerais deliberou pela realização de sessão extraordinária para o dia 27 de abril, em Natal (RN). Na pauta, será dado prosseguimento às discussões em curso e incluídas avaliações de propostas de resoluções do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). A próxima sessão ordinária será realizada no dia 24 de maio, ocasião em que haverá eleição para o novo presidente do CNPG. O mandato do atual presidente, o Procurador-Geral de Justiça do Rio Grande do Norte, Rinaldo Reis Lima, encerra-se no dia 18 de junho.

Publicado em