Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal; Acessar formulário de pesquisa. Acessar mapa do site.

Obra com tema inédito é lançado por Promotor de Justiça

Atualizado em 12/12/2011 11:01

Denise Soares


Operadores do direito, amigos e familiares prestigiaram nesta sexta-feira, 09, na sede da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), em Palmas, o lançamento do primeiro livro do Promotor de Justiça Felício Soares. A obra, intitulada  “Manual Sobre Armas de Fogo”, aborda de forma clara e direta assuntos como balística forense, medicina legal, regulamentação administrativa, aspectos criminais e jurisprudência.

A obra foi prefaciada pelo Promotor de Justiça de São Paulo Roberto Tardeli, que esteve presente no lançamento e ministrou palestra sobre “Acusações em Plenário”. O Promotor de Justiça considerou o manual de grande contribuição para a área do direito. “No mercado editorial brasileiro ainda não existem obras com este tema”, afirmou. Na palestra, Roberto Tarderli falou um pouco da sua experiência em Tribunais de Júri e chamou a atenção do público quando citou alguns dos recursos utilizados por ele em julgamentos. Ele condenou veementemente o pedido de réplicas pela acusação. Para ele, estes recursos proporcionam uma hora a mais para a defesa. “Se o orador for habilidoso, ele tem a oportunidade de reverter a decisão do júri”.

Emocionado por ver o resultado de cinco anos de pesquisa, Felício Soares disse que o tema do livro é resultado de muitos questionamento e dúvidas vividos por ele em atuação na da área criminal. “Armas de fogo são a porta de entrada para grande maioria dos crimes”, definiu. Ele citou um caso que, a princípio, considerado suicídio, mas que , graças à perícia, permitiu descobrir que foi homicídio.

A coordenadora do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Cesaf) do Ministério Público, Subprocuradora Geral de Justiça Vera Nilva Álvares Rocha, espera que outros estudos científicos como este sejam desenvolvidos pelos membros. “O Cesaf apoia iniciativas e trabalhos dos membros do MPE”.

Acesso Rápido