Menu de acessibilidade. Ao pressionar a tecla tab você navegará pelos atalhos que permitem acessar áreas do site. Acessar conteúdo principal; Acessar formulário de pesquisa. Acessar mapa do site.

Obras da Promotoria de Arraias terão início no próximo mês

Atualizado em 10/10/2011 09:29

Denise Soares

Com 207 anos de idade e conhecida como a capital do sudeste do Tocantins, Arraias é mais uma cidade contemplada com a construção da sede definitiva da Promotoria de Justiça. O pontapé  foi dado na tarde desta sexta-feira, 08, quando o Procurador Geral de Justiça (PGJ), Clenan Renaut de Melo Pereira, lançou a pedra fundamental da obra.

Funcionando em espaço cedido pelo Fórum de Justiça, a nova casa do Ministério Público Estadual (MPE) tem previsão de ser entregue no prazo máximo de oito meses. O prédio contará com 402 m² de área construída e terá um investimento de aproximadamente R$ 1.250.000,00 (um milhão e duzentos e cinquenta mil reais).

Clenan Renaut anunciou o início das obras no mês de novembro e declarou ter pressa na conclusão. “Em breve aqui se erguerá um dos prédios mais bonitos de Arraias”, prometeu o PGJ.

Na ocasião, o Juiz de Direito Márcio Ricardo Ferreira Machado engrandeceu o trabalho do MPE. “O MPE é a Instituição que pode fazer o Estado melhor. É a garantia da sociedade frente ao poder que nos administra em todos os seus níveis”, disse o juiz. O Promotor de Justiça de Arraias, João Neumann Marinho da Nóbrega agradeceu a instalação da sede definitiva, renovou o compromisso em fazer cumprir a lei e completou: “Sempre estaremos de portas abertas para prestar um grande serviço ao povo arraiano”.

Responsável pela doação do terreno para a construção da Unidade, o prefeito Antônio Wagner Barbosa Gentil disse que obras como estas enriquecem o município e serão sempre respaldadas pela administração municipal. “Nós fazemos parcerias com todos os órgãos, porque não sabemos trabalhar sozinhos”.

Lembrado em todos os discursos como militante em prol da construção da Promotoria na cidade, o Promotor de Justiça Nilomar dos Santos Farias, que é natural de Arraias, contou um pouco da sua trajetória de luta iniciada ainda em 2007, quando a primeira tentativa foi frustrada. Com sinal positivo da atual gestão, foi o mentor de todos os trâmites burocráticos para a instalação da Promotoria, opinando inclusive no projeto arquitetônico. “ A promotoria já é uma realidade”, falou cheio de orgulho. Ao Promotor de Justiça, o PGJ delegou a missão de escolher o nome do prédio.

Participaram do lançamento da pedra fundamental o Prefeito de Arraias, Antônio Wagner Barbosa Gentil; o Juiz de Direito Márcio Ricardo Ferreira Machado; o representante da subseção da OAB na Comarca, Edi de Paula; o Promotor de Justiça de Arraias, João Neumann Marinho da Nóbrega; o Promotor de Justiça Nilomar dos Santos Farias, além de autoridades policiais e população em geral.

PGJ anuncia cinco novas promotorias

Em evento bastante prestigiado por autoridades e populares, o PGJ aproveitou para fazer uma breve prestação de contas da sua gestão ao longo de quase três anos à frente da Instituição e, mais uma vez, declarou que o aparelhamento e a estruturação das Promotorias de Justiça têm sido sua prioridade. “Assumi a gestão do MPE imbuído de dar uma dinâmica maior à Instituição. E é com este espírito que estamos trabalhando. Há três anos tínhamos apenas quatro Promotorias de Justiça com sedes próprias, hoje temos nove. Até o fim da minha administração, serão 13”, enfatizou Clenan Renaut.